CONTABILIDADE: AS PRIMEIRAS PERCEPÇÕES RELACIONADAS À CRISE DE COVID-19

  • ALTAMIRO LACERDA DE ALMEIDA JUNIOR FIC
  • Beatriz Pereira Ferreira Alves
  • Jaqueline Aparecida Bayonetta de Souza
Palavras-chave: Contabilidade, Contadores, Covid-19

Resumo

Este estudo discorre sobre as primeiras percepções relacionadas à crise de COVID-19 no âmbito da contabilidade. Tal abordagem é devida ao fato de que houve muitas mudanças e atualização na legislação brasileira para incorporação de medidas tributarias e de manutenção de empregos a fim de evitar demissões em massa e ajudar as empresas a se manterem nesse período de crise, o que acarreta uma fase de grande adaptação e um aumento de demanda de trabalho para os empresários e especificamente os escritórios de contabilidade.  A finalidade deste estudo é demonstrar como tem sido as primeiras medidas de enfrentamento dos contadores e contabilistas diante de tal cenário. Este estudo possui uma natureza qualitativa e exploratória. O estudo evidenciou que não houve muitas demissões no setor de contabilidade, o que pode estar relacionado ao aumento dos serviços ocasionados por outras demissões que precisaram ser realizadas pelos profissionais de contabilidade, assim como o aumento dos estudos e repasse de informações aos clientes, para adequação às leis e normas implementadas pelo Governo nesse período de pandemia. O estudo demonstrou também que a maioria dos entrevistados não estão organizados, confortáveis, motivados para o trabalho em home office, uma vez que este tipo de trabalho afeta no desempenho das tarefas e a grande maioria dos entrevistados preferem a modalidade presencial.

Publicado
2020-11-11
Como Citar
LACERDA DE ALMEIDA JUNIOR, A., Pereira Ferreira Alves , B., & Aparecida Bayonetta de Souza, J. (2020). CONTABILIDADE: AS PRIMEIRAS PERCEPÇÕES RELACIONADAS À CRISE DE COVID-19. Revista Mythos, 13(1), 40-45. https://doi.org/10.36674/mythos.v13i1.377
Seção
Artigos